20-01-04

estudo-caso , lê-se no seu artigo sobre "adição", que subscrevo inteiramente. Não deverá antes traduzir-se case study por estudo de caso? Tenho também reparado que académicos da área científica e tecnológica usam caso de estudo. Poderia dar-nos a sua opinião?

Cumprimentos,

Ana Portela - portelaana@netcabo.pt

--------------------------------------------

25-01-04

Cara Ana Portela,

A minha opção por «estudo-caso» funda-se na ideia de que o «caso» a estudar pode servir de referência para o estudo de outros «casos» semelhantes, permitindo extrapolações, analogias, etc. «Estudo de caso» pode sugerir que estamos a tratar de um «caso» isoladamente.

Quanto a «caso de estudo», trata-se, em meu entender, de uma impropriedade terminológica originada no literalismo da tradução.

Saúde,

Fernando Gonçalves - fmblues@clix.pt

--------------------------------------------

28-01-04

Fernando Gonçalves,

Obrigada por ter respondido à questão que lhe coloquei. Parece-me que um "estudo de caso" centra-se, precisamente, nesse caso isolado. Conjuntamente com outros estudos de caso poderá conduzir - ou não - às tais extrapolações, analogias, etc. a que o Fernando se refere. (verificação (confirmação ou rejeição) empírica de uma tese...). Neste contexto, sinto-me um pouco desconfortável com a opção "estudo-caso", tanto mais que a "regra" da formação de palavras compostas não aponta para o sentido que dou à expressão. E também por analogia com outros processos de tradução do inglês, nomeadamente de grupos noun+noun, em que o primeiro substantivo exerce a função adjectival. Também me parecia que "caso de estudo" era, absolutamente, uma impropriedade...

Obrigada pela sua ajuda.

Cumprimentos,

Ana.- portelaana@netcabo.pt

[ imprimir ] [ anterior ]