Sísifo

 

Recomeça...

Se puderes,

Sem angústia e sem pressa.

E os passos que deres,

Nesse caminho duro

Do futuro,

Dá-os em liberdade.

Enquanto não alcances

Não descanses.

De nenhum fruto queiras só metade.

 

E, nunca saciado,

Vai colhendo

Ilusões sucessivas no pomar.

Sempre a sonhar

E vendo,

Acordado,

O logro da aventura.

És homem, não te esqueças!

Só é tua a loucura

Onde, com lucidez, te reconheças.

Miguel Torga, Diário XIII

editorial

comunicação social

lauro antónio em entrevista

semana cultural da esev

aristides de sousa mendes

jornadas de comunicação

forum ideias

no tempo em que não havia erasmus

vergílio ferreira e o cinema

valores e educação num mundo em mutação

leni riefenstahl, o génio maldito

um olhar sobre a personagem ...

literaura, paraliteratura ou subliteratura?

a galáxia de bill gates

cidadão vhs

a

paixão

pelo cinema

num olhar

enquadrante

forum estudante

jornalismo de guerra

combate à indiferença

as inquietantes contradições

características da rádio

a reportagem na televisão

a música

agências noticiosas

a educação actual

concede-me esta dança?

links ][ home