REVISTA DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL - ISPV - ESEV - TRIMESTRAL

 

Sentarmo-nos à secretária para escrever. Que é que se sabe do que vai haver na escrita? Mas a aventura é isso – criar nela própria o verdadeiro ponto de chegada. Porque de seguro tem-se apenas o ponto de partida. Escrever. Criar na palavra a configuração do seu destino. Cada palavra abre o apelo da seguinte ou a sua probabilidade, até se saber que era essa. O rio nasce na fonte e tacteia o seu percurso até se abrir no mar. As ideias têm o seu nexo invisível nos intervalos das palavras, até se criarem na sua obscura coerência. E até cessarem por fim. Alguma coisa acontece de novo e se revela a quem escreve como uma aparição.

Vergílio Ferreira, Pensar

:: Editorial

:: Entrevista a Hélder Silva - «Gosto de ser pivot»

:: IV Colóquio de Comunicação Social

:: Entrevista a Ricardo Jorge Pinto - «O jornalista vai perder o monopólio da informação»

:: João Almeida no IV Colóquio de Comunicação Social: «O jornalista é a primeira testemunha»

:: Entrevista a Rita Ferro Rodrigues

:: Entrevista a Rui Pedro Reis

:: Sociedade e Saber: Uma Estrutura Complexa

:: Processos de significação: Hipermídia ciberespaço e publicações digitais

:: A Ética e a Informação: o homem como profissional da informação e o homem como pessoa

:: Uma Ponte Entre Pessoa e Clarice

:: Compreender as Organizações: Contributos Sociológicos e Modelos de Gestão

:: The Hours: A Community Of One's Own

:: Música e Poesia: A Relação Complexa Entre Duas Artes da Comunicação

:: O Narrador no Cinema: O Legado de Genette

:: Imitation of Life: A Hora da Estrela

:: O Conteúdo Propagandístico do Cinema Soviético: O Exemplo da Obra de Eisenstein

:: A Evolução da Ciência

:: Cultura e Comunicação: Um Estudo no Âmbito da Sociolinguística

:: Cinema e Ideologia Durante o Estado Novo

links ][ home