Texto – Cláudia Fernandes e Cláudio Vitorino

Fotos – Luís Miguel Cardoso

 

Forum Media entrevistou o Presidente do Conselho Directivo da Escola Superior de Educação de Viseu, Professor Doutor Alberto Vara Branco, que também é o Director do Curso de Comunicação Social, de modo a conhecer um pouco melhor o homem e o profissional.

ĞSó podemos trabalhar bem se dominarmos vários aspectos da nossa área.ğ

 

 

Forum Media – Se pedíssemos ao senhor Doutor um auto-retrato, que facetas identificaria que melhor tipificam a sua personalidade ?

 

Presidente da ESEV – Sincero, verdadeiro, frontal, sem ambiguidades, muito humano e espiritual.

 

Forum Media – Estas características influenciaram a escolha da sua profissão?

 

Presidente da ESEV – Sim, sem dúvida. Ainda hoje disse algo importante aos meus alunos sobre isso. Tenho muito maior ligação com a juventude do que com as pessoas da minha idade. Gosto de acompanhar a modernidade, gosto de chamar a atenção para as realidades, para as situações e gosto de ser sempre um companheiro.

 

Forum Media – Considera-se realizado quer pessoal quer profissionalmente ?

 

Presidente da ESEV – É difícil de responder. O ser humano, na sua vivência, tem várias facetas e vários períodos. Se fosse possível olhar para trás, veria que não sou a mesma pessoa.

ĞO professor deve acompanhar a modernidade.ğ

 

Eu hoje olho para a vida com prazer de viver, embora antigamente, embora gostasse de viver, vivesse de uma maneira diferente.

 

Forum Media – Quais são os principais desafios que se colocam hoje a um professor? Colocamos esta pergunta porque preside a uma instituição que forma professores.

 

Presidente da ESEV – Em primeiro lugar, o professor deve adaptar-se à modernidade. O professor já não pode ser o mesmo de há séculos atrás. Temos hoje uma outra mentalidade, portanto, o professor deve acompanhar a modernidade, deve ter os mesmos meios do mundo real, principalmente através do conhecimento dos Mass Media. Deve ser actual, dialogante, compreensivo, estabelecendo uma relação do professor para o aluno e do aluno para o professor.

 

Forum Media – Assumiu recentemente a Presidência da ESEV. Quais são os seus objectivos num futuro próximo ?

 

Presidente da ESEV - É uma questão difícil. Primeiro, quero continuar a promover os hábitos de trabalho, disciplinando, remodelando a escola para a levar a um lugar que merece a nível nacional.

 

Forum Media – O Senhor Doutor é o Director do Curso de Comunicação Social. Fale-nos um pouco da história deste Curso. Como surgiu e quais foram os objectivos da sua criação ?

 

Presidente da ESEV – O Curso partiu da iniciativa do Senhor Presidente do Politécnico. Penso que surgiu em boa hora, pois está a afirmar-se cada vez mais. Há sempre questões a melhorar, mas a receptividade das instituições aos nossos estagiários, por exemplo, é a melhor. Há mesmo possibilidades de, no futuro, através de uma bolsa europeia, o melhor aluno venha a ganhar um estágio de prestígio.

 

Forum Media – O Curso de Comunicação Social passou recentemente a licenciatura. Este facto tornará o Curso ainda mais atractivo para os futuros alunos ?

ĞO mais importante é que os estagiários pensem em fazer um bom trabalho e sejam responsáveis.ğ

 

Presidente da ESEV – Não será propriamente uma questão de atracção. Recordo-me que os nossos primeiros alunos falavam da muita Cultura Geral que o nosso Curso tinha. O mais importante é a preparação. O conhecimento dos mecanismos, dos meios tecnológicos é importante, mas passado algum tempo está desactualizado. Há uma coisa que nunca se perde: a cultura. Não é por acaso que os nossos estagiários são sempre bem recebidos, por exemplo, pela T.V.I. Vocês têm conhecimentos de áreas fundamentais como a Antropologia, Políticas do século, etc. e incluímos outras muito importantes que não eram privilegiadas, como Sondagens de Opinião Pública, Cultura e Comunicação, Literatura e Cinema. Mas não esquecemos a parte experimental. Basta pensar nos ateliers e na sua nova carga horária reforçada. Mesmo nas cadeiras de formação mais global introduzimos estratégias como a entrevista e o debate e temos bons resultados.

 

Forum Media – Dada a especificidade de muitas cadeiras do Curso, estão previstos investimentos na área das tecnologias ?

 

Presidente da ESEV – Estamos a tentar resolver as situações e colmatar os problemas. Só nestes próximos dias, temos já previsto um gasto superior a setecentos contos. Não é possível resolver os problemas de um dia para o outro. Dependemos das verbas do Governo. Se tivermos mais verbas, poderemos resolver mais situações.

 

Forum Media – O contacto com a realidade profissional que se estabelece no estágio é fundamental para o futuro licenciado. Como têm sido os resultados dos estagiários ?

 

Presidente da ESEV - Aquilo que se tem passado é fenomenal. As empresas ficam muito satisfeitas. Há pessoas que ficam colocadas nos locais onde fazem estágio, como na Câmara do Sátão ou na T.S.F. . O mais importante é que os estagiários pensem em fazer um bom trabalho e sejam responsáveis. Não é fácil ser bem sucedido na vida. Vejam que aqueles profissionais que hoje são muito bem pagos, começaram com muitas dificuldades.

ĞO saber prático não chega.ğ

 

Forum Media – Podemos concluir que existe, neste Curso, um equilíbrio entre as cadeiras de formação geral e de formação específica ?

 

Presidente da ESEV – Como já disse, há cadeiras de formação geral e outras mais específicas. Os cursos de Comunicação Social eram dominados, no passado, pela prática. O problema é que os alunos, mais tarde, não possuíam uma formação bem estruturada. Só podemos trabalhar bem se dominarmos vários aspectos da nossa área. O saber prático não chega. O estudo é fundamental. A formação cultural é fundamental.

 

ĞA formação cultural é fundamental.ğ

 Página Principal ½ SUMÁRIO