se partisses este verão

deixando desabitado

quem à tua semelhança

interior se construiu

 

por que poros respiraria ainda

tua pele de granito

por que artérias

se conduziria o sangue antigo

até ao cerne deste coração

de ameias e vento coroado?

 

aqui me tens portanto e como tu

também estou cercado

de silêncio de memórias

 

e de incêndios...

 

António Gil

 

Percurso pela poesia e pela pintura de nomes que em Viseu nasceram ou viveram uma parte das suas vidas, O Regresso à Condição junta em livro e em exposição alguns dos mais proeminentes criadores do distrito e região de Viseu.

Geografia do pensamento, de emoções e de linguagens que o disseminam, O Regresso à Condição é, simultaneamente, produção e reprodução de uma identidade cultural fortemente eivada de experiências e influências polifacetadas de universalismo.

apresentação

menu autores

imprimir

Galeri@ ispV

 

 

António Gil (Angola, 1963).

Frequentou o Liceu de Viseu. Estudos superiores em Lisboa e Coimbra. Professor na Escola Básica 2,3 Infante D. Henrique. "Prémio de Revelação de Poesia" A.P.E./ I.P.L.B. (1999). Colaborador nas viseenses Zut! e Ave Azul: "... este silêncio cobrindo a distância que já não nos pode separar..." (ofícios da insónia).