5. Amadeo de Sousa Cardoso, " Parto da Viola Bom Ménage", 1916, Óleo, FCG.

6. Cruzeiro Seixas, "A Mão", Objecto, 1961, FCG.

7. Vespeira, "O Menino Imperativo", Objecto, 1951, FCG.

8. António Dacosta, "Amor Jacente", Óleo, 1940, Col. Particular.

9. António Dacosta, "Tau ou Os Porcos do Retábulo de Issenheim", 1990, Fundação de Serralves.

O FEIO E A MODERNIDADE EM PORTUGAL