EURASHE

11ª Conferência Anual da Eurashe

(European Association of Institutions in Higher Education)

 

Instituto Superior Politécnico de Viseu

30 de Maio - 2 de Junho 2001

 

SECRETÁRIO-GERAL DA EURASHE NO

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU

 

Esteve de visita ao Instituto Superior Politécnico de Viseu (I.S.P.V), no passado dia 26 de Setembro, o Secretário-Geral da EURASHE (European Association of Institutions in Higher Education – Associação europeia de Instituições de Ensino Superior) - Soeren Norgaard. No referido encontro, o I.S.P.V. apresentou o projecto de organização da próxima conferência anual da Associação mencionada, que terá lugar em Viseu, de 30 de Maio a 2 de Junho de 2001. Provisoriamente, foram definidos como temas "A Aprendizagem ao Longo da Vida e o Programa Grundtvig" e a "Declaração de Bolonha". Oportunamente, "Millenium" disponibilizará informação mais detalhada acerca desta iniciativa, nomeadamente no que se refere ao seu programa e prazos/procedimentos de candidatura.

 

ANO EUROPEU DAS LÍNGUAS 2001

e o

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU

 

O "Ano Europeu das Línguas 2001" é uma iniciativa conjunta da União Europeia e do Conselho da Europa, que tem como objectivo fomentar, ao longo deste período, a aprendizagem das línguas por parte de todos os residentes nos Estados-Membros, através do lançamento de acções de informação e de promoção consagradas a esta temática.

Ao abrigo desta iniciativa, foi constituída uma Comissão Nacional destinada a coordenar a participação portuguesa nos eventos a organizar. A representação dos institutos politécnicos na referida Comissão está a ser assegurada pela Prof.Doutora Maria José Sá Correia, docente do Instituto Politécnico de Viseu. Actualmente, estão a ser preparadas inúmeras actividades (organização de conferências, seminários, exposições,etc.), que em breve serão anunciadas por "Millenium".

No âmbito deste plano, a União Europeia lançará uma campanha de informação à escala europeia e, simultaneamente, comparticipará financeiramente projectos originários dos vários Estados Membros. A referida campanha pretende celebrar a diversidade linguística da Europa, assim como fomentar a aprendizagem de línguas e aquisição/desenvolvimento de competências associadas a este domínio, em toda a União. Esta promoção terá em consideração o alargamento da EU, pelo que serão contempladas todas as línguas europeias, clássicas e modernas.

 

Em termos específicos, pretende-se:

 

"sensibilizar a população para a grande diversidade linguística existente no seio da EU e para o valor cultural que essa diversidade encerra;

fomentar o multilinguismo;

promover a aprendizagem das línguas junto da população em geral enquanto elemento-chave para o desenvolvimento pessoal e profissional, para a compreensão intercultural, para o pleno uso dos direitos conferidos pela cidadania da EU e para o aumento do potencial económico;

incentivar a aprendizagem de línguas ao longo da vida, sem atender à idade ou percurso e experiência;

recolher e divulgar informações sobre o ensino e a aprendizagem de línguas, bem como sobre competências, métodos e ferramentas que auxiliam esse mesmo ensino e aprendizagem.".

 

Comissão Europeia – Direcção-Geral de Educação e Cultura ( 2000)- Convite à Apresentação de Candidaturas DG EAC: 2001 Ano Europeu das Línguas.

O conjunto de acções previstas dirige-se ao público em geral e a todos os especialistas no domínio do ensino e aprendizagem das línguas, sendo que podem participar organismos de vários tipos: organismos e instituições de ensino; autarquias e organismos locais e regionais; organizações culturais; parceiros sociais; centros de investigação; empresas, grupos de empresas, organismos profissionais, organizações comerciais e câmaras de comércio e indústria.

Para o co-financiamento de projectos, o "Ano Europeu das Línguas 2001" dispõe de uma dotação orçamental de aproximadamente 4,35 milhões de Euros (a comparticipação comunitária terá como limite máximo 50% dos custos totais elegíveis).

As candidaturas deverão ser enviadas aos organismos nacionais de coordenação, até 15 de Fevereiro de 2001, para os projectos a iniciar após 1 de Junho do mesmo ano.

SUMÁRIO