Desafio

Rui Torres de Almeida *

Routar desfralda a bandeira

Dos sonhos da mocidade.

E' gente jovem da Beira

Que tece na brincadeira

A teia duma saudade.

 

A nossa aldeia respira

Ar puro que vem da serra.

É dobadoira que gira,

Que roda a dançar o vira

Nas desfolhadas da terra.

 

É linda, tem quatro pontes,

Uma das quatro romana.

É pura a água das fontes

Nasce nas faldas dos montes,

A do Ribeiro tem fama.

 

Sobe ao Casal do Mato,

Pára no Curro a bailar.

No Beirão muda de fato

Para tirar o retrato

Entre os raios do luar.

 

Pérola da natureza

Com coração nas Canadas

E alma de camponesa

A realçar a beleza

Das noites enluaradas.

 

 

_____________

* Um Homem da Beira.

sumário