EditoriaL

 

MILLENIUM comemorou o seu 10º aniversário no ano de 2006. Ainda no ano de 2006, se comemorou o Dia Internacional da Língua Materna, tal como foi declarado pela UNESCO. É neste contexto que este número 33 da revista sai a lume, como já o anunciava o Editorial do n.º 32. A sua temática é a Língua Portuguesa como língua materna. Língua materna de milhões de falantes, língua oficial dos 8 países da CPLP, língua da diáspora portuguesa no mundo.

Assim, o primeiro artigo, "10 Anos de MILLENIUM", até agora só disponível on-line, integra os textos e artigos publicados neste número, constituindo um retrato muito completo e nítido do que foi MILLENIUM nestes 10 anos da sua publicação periódica sistemática, de 1996 a 2006, consubstanciando e oficializando, ainda, formalmente, em registo escrito, a comemoração dos seus 10 anos de existência.

Os sete artigos seguintes, todos produzidos por docentes da Área Científica de Português da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viseu, prestam tributo à língua portuguesa, como nossa língua mãe. Língua em que falamos e vivemos, em que nos exprimimos e comunicamos, em que dizemos a nossa experiência do mundo e a nossa existência, que enforma o nosso pensamento e o nosso ser. Razão tinha Fernando Pessoa para afirmar, com propriedade, que "A minha pátria é a língua portuguesa". E também Virgílio Ferreira, feliz na expressão "… da minha língua vê-se o mar…". Porque da minha língua vê-se o mundo. De facto, é nas palavras e por palavras que há pensamento, que pensamos e dizemos o mundo da nossa experiência e da nossa existência, construindo a semântica do sentido das coisas, a partir da gramática da razão e da língua. Assim se constrói, como também se partilha e difunde, aquela que é a nossa cultura, a nossa identidade, a nossa visão do mundo, o nosso sentimento de pertença a um mundo e a uma comunidade. Por isso, mudar de língua é mudar de mundo.

Da autoria de Lilaz Carriço, plasmam-se, em texto escrito, dois artigos que originariamente apresentou em comunicação oral nas comemorações do XXIII Aniversário da ESEV.

Finalmente, o artigo de Nilce da Silva, autora assídua de MILLENIUM, professora da Faculdade de Educação da Universidade de S. Paulo – USP – que, desta vez, com muita oportunidade, nos presenteia com um texto sobre a imigração e a comunidade da diáspora portuguesa em Montreal, no Canadá francófono, a propósito do mundo lusófono e da difusão da língua e cultura lusófonas.

Boas leituras, saboreando a língua portuguesa.

sumário