DELEGAÇÃO DO ISPV NA GRÉCIA

 

Ao abrigo do programa comunitário SOCRATES, capítulo ERASMUS, deslocou-se à Grécia, em Novembro último, uma delegação do ISPV com o intuito de realizar visitas preparatórias a duas instituições de ensino superior gregas - os Institutos Politécnicos de Messolonghi e de Kalamata -, com os quais o ISPV tem relações de cooperação ao nível da mobilidade de estudantes e docentes.

Nas referidas visitas, que decorreram ao longo de uma semana, os representantes do ISPV (Presidente, Vice-Presidente, Técnica de Relações Internacionais e duas docentes da Escola Superior Agrária) tomaram contacto com as realidades destas duas instituições, no que diz respeito quer às actividades por elas desenvolvidas, quer aos seus recursos humanos e materiais.

Para além disso, foram realizadas reuniões de trabalho destinadas ao estabelecimento de condições para as actividades de cooperação que então se iniciavam (acompanhamento das alunas da Escola Superior Agrária de Viseu a estudar nas referidas instituições ao abrigo de SOCRATES), assim como à preparação das modalidades de colaboração para 1998/99, no âmbito do programa em causa.

No ano lectivo em curso foram já concretizados dois fluxos de estudantes (em cada uma das instituições referidas esteve uma aluna da Escola Superior Agrária de Viseu a efectuar um período de estudos de três meses), estando ainda prevista a ida de um docente para Messolonghi (da área de Gestão). Segundo o acordado, o ISPV receberá do Politécnico de Messolonghi, ainda no presente ano lectivo, dois alunos (Gestão; Ciências Agrárias) e um docente (Gestão).

Em 1998/99 esta cooperação irá ser reforçada estando prevista a ida de 2 alunos e 3 docentes e a vinda de 3 alunos e 3 docentes, também nas áreas das Ciências Agrárias e Gestão.

Os dois Politécnicos referidos, criados nos princípios dos anos oitenta, ministram uma formação sobretudo orientada para a aplicação prática dos conhecimentos científicos e oferecem cursos (cuja duração varia entre sete e oito semestres) nas áreas da Gestão e Economia e Ciências Agrárias.

O Instituto Politécnico de Messolonghi integra duas Escolas: "Escola de Administração e Economia" e "Escola de Tecnologia Agrícola". A primeira oferece os cursos de "Contabilidade" e "Administração de Organizações cooperativas", a Segunda forma alunos em "Aquacultura e Pescas", "Produções de Estufa e Floricultura" e, ainda, "Maquinaria e Irrigação Agrícolas".

No Politécnico de Kalamata existem, de igual modo, duas Escolas que recebem a mesma designação das atrás mencionadas. Na "Escola de Administração e Economia" funcionam os cursos de "Administração de Unidades de Saúde e Segurança Social" e "Administração de Unidades Governamentais Locais". Na Segunda Escola mencionada (Tecnologia Agrícola) os alunos podem optar por "Produção de Cereais" ou "Produções de Estufa e Floricultura".

Ambas as instituições dispõem de instalações e equipamentos vários para o tipo de formação que ministram, que puderam ser analisados pelas docentes da Escola Superior Agrária de Viseu que integram a Delegação do ISPV.

É intenção do ISPV reforçar os laços que tem com estas duas instituições já que a cooperação estabelecida se enquadra nas prioridades definidas para a sua política de Relações Internacionais, que privilegia o estabelecimento de acordos de colaboração com os países da Europa do Sul, nomeadamente a Grécia, com os quais temos inúmeras afinidades, de carácter mais geral (nível de desenvolvimento), e mais específico (clima, produções, tecnologias, etc), que podem ser exploradas com vantagens mútuas. Por outro lado, cooperar com a Grécia, e em particular nestas áreas científicas, representa para o ISPV uma diversificação geográfica e disciplinar do seu esforço de internacionalização, uma vez que, até ao presente ano lectivo, esta instituição tem cooperado sobretudo com o "Norte" da Europa e as referidas áreas não haviam sido abrangidas ainda.

SUMÁRIO