Proteção Civil

 

Descrição

O Curso Técnico Superior Profissional em Proteção Civil é composto por quatro semestres e está estruturado de acordo com as regras estabelecidas pela legislação em vigor e com as orientações emanadas pelo Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos. O presente curso está organizado de forma a habilitar Técnicos Superiores para conceber, planear e executar, de forma autónoma ou sob orientação, intervenções e projetos em Proteção Civil, face a situações de risco natural e/ou tecnológico, e participar e integrar equipas de proteção civil em contextos de emergência. Para tal, existem um conjunto de unidades curriculares de formação base, assim como uma forte componente técnica e de formação em contexto de trabalho alicerçadas nas diversas valências da Proteção Civil.

Informação Adicional

A componente de formação em contexto de trabalho visa a aplicação dos conhecimentos e saberes adquiridos às atividades práticas do respetivo perfil profissional.

A componente de formação em contexto de trabalho (estágio) tem a duração de um semestre e está assegurada através de protocolos que a ESAV estabeleceu com as entidades ou empresas da região de Viseu e em casos pontuais das regiões limítrofes.

Fatores de Ordenação
  1. Podem candidatar-se ao acesso de um Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP) da ESAV todos os que estiverem nas condições definidas no artigo 40º-E do Decreto-Lei n.º 63/2016, de 13 de setembro, designadamente:
    • a) Os titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente;
    • b) Os que tenham sido aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos realizadas, para o curso em causa, nos termos do Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março, alterado pelos Decretos-Leis nºs 113/2014, de 16 de julho, e 63/2016, de 13 de Setembro.
  1. Podem igualmente candidatar-se ao acesso aos cursos técnicos superiores profissionais os titulares de um diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior, que pretendam a sua requalificação profissional.
Prosseguimento de Estudos

Os alunos com aprovação em todas as componentes de formação do CTeSP, passarão a ser titulares de um Diploma de Técnico Superior Profissional em Proteção Civil, podendo candidatar‐se diretamente, através de um concurso especial, aos cursos de Licenciatura em Engenharia Agronómica da ESAV.

No âmbito do prosseguimento de estudos um conjunto alargado de unidades curriculares realizadas no CTeSP serão creditadas nos cursos de licenciatura referidos anteriormente.

Verifica como te podes candidatar em Candidaturas e Resultados

Perfil Profissional

Atividades principais

  • Elaborar estudos de avaliação e conceber planos, projetos e medidas preventivas e mitigadoras de riscos naturais, tecnológicos e mistos;
  • Implementar, gerir e analisar informação geográfica e cartográfica enquanto instrumentos de proteção civil ao nível local e territorial;
  • Planear e realizar operações de fogo controlado ou fogo de supressão;
  • Elaborar e gerir planos estratégicos de resposta a situações de emergência;
  • Gerir e realizar atividades operacionais de segurança, proteção e socorro;
  • Supervisionar e coordenar a implementação de planos estratégicos para proteção de pessoas e bens;
  • Coordenar e dinamizar ações de sensibilização da população e exercícios de proteção civil.
Plano de Estudos
Unidade curricular Horas de contacto Créditos
1º Ano
Cálculo e Tratamento de Dados 60 5
Meteorologia e Climatologia 60 5
Defesa da Floresta Contra Incêndios 45 4
Riscos Tecnológicos 40 3
Risco Naturais 60 5
Introdução à Proteção Civil 35 3
Silvicultura Preventiva 60 5
Energia 35 3
Risco, Comportamento e Impactes do fogo
45 4
Agrossistemas e Proteção Florestal 75 6
Máquinas e Equipamentos 45 4
Tecnologias e Proteção Civil 75 6
Técnicas de Comunicação e Informação I 50 4
Ordenamento do Território e Proteção Civil 35 3
2º Ano
Fogo Controlado 50 4
Combate a Incêndios 30 3
Segurança Contra Incêndio em Edifícios 75 6
Cheias e Inundações 45 4
Planeamento de Emergência 35 3
Técnicas de Comunicação e Informação II 35 3
Primeiros Socorros e Suporte Básico de Vida 90 7
Estágio 30

 

Áreas de Educação e Formação

Áreas de educação e formação

Créditos

861 – Proteção de pessoas e bens 57
623 – Silvicultura e caça 19
582 – Construção civil e engenharia civil 10
581 – Arquitetura e urbanismo 3
529 – Engenharia e técnicas afins – programas não classificados noutra área de formação 6
522 – Eletricidade e energia 3
460 – Matemática e estatística 5
443 – Ciências da terra 10
321 – Jornalismo e reportagem 4
213 – Audiovisuais e produção dos media 3

Designação:
Proteção Civil

Área de formação:
861 – Proteção de pessoas e bens

Grau conferido:
Diploma de Técnico Superior Profissional

Duração:
2 anos letivos / 4 semestres

Departamento:
Departamento de Ecologia e Agricultura Sustentável (DEAS)

Diretor de curso:
Helder Filipe dos Santos Viana

Regime letivo:
Diurno

Nº de ECTS para obtenção do grau:
120 Créditos

Áreas relevantes para o curso:
Matemática ou Biologia e Geologia ou Português

Provas de ingresso:
Candidatura local

Código do estabelecimento / curso:
3185 / T220

Pré-requisitos:
Sem pré-requisitos.

Vagas: 25

Estágio:
Sim

Outras informações:
Atribuição de um diploma de Técnico Superior Profissional

Este curso mereceu o parecer positivo da Escola Nacional de Bombeiros (ENB) – entidade máxima de formação de bombeiros.

Relatório/Avaliação

Protocolos

Protocolos
  • AUTORIDADE NACIONAL DE PROTECÇÃO CIVIL – Comando Distrital de Operações de Socorro de Viseu
  • Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Carregal do Sal
  • Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cabanas de Viriato
  • VERDELAFÕES – Associação de Produtores Florestais
  • Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viseu
  • Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Mangualde
  • Câmara Municipal de Viseu
  • Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Aguiar da Beira
  • Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas

Pin It on Pinterest