Qualidade e Tecnologia Alimentar

 

Sobre

Designação:
Qualidade e Tecnologia Alimentar

Área de formação:
Indústrias Transformadoras

Grau conferido:
Pós-Graduação / Mestrado

Duração:
2 anos letivos / 4 semestres

Departamento:
Departamento de Indústrias Alimentares (DIA)

Diretor de curso:
Maria João Reis Lima

Regime letivo:
Diurno

Nº de ECTS para obtenção do grau:
120 ECTS

Área cientifica predominante
Ciência e Tecnologia dos Alimentos

Provas de ingresso:
Candidatura local

Código do estabelecimento / curso:
3185 / M068

Pré-requisitos:
Sem pré-requisitos.

Outras informações:
Avaliação/Acreditação do Curso pela A3ES
Decisão e data da publicitação: Acreditado (6 anos) | 06-03-2015

Mais informação: consultar deliberação da A3ES

Relatório anual no âmbito do SIGQ:

Relatório Curso 2017-2018

Relatório Curso 2018-2019

Relatório CAE no âmbito do SIGQ IPV
Relatório

Relatório Autovaliação
Relatório


Empregabilidade
Informação estatística: InfoCursos ou DGEEC

Informações de Inscrição

O Mestrado em Qualidade e Tecnologia Alimentar (aprovado por despacho do Senhor Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de 23 de Outubro de 2008), da Escola Superior Agrária de Viseu, foi planeado tendo em conta as especificações previstas no Decreto-Lei 74/2006, de 24 de Março.

Este Mestrado possibilita uma formação de elevada exigência na área da Qualidade e da Tecnologia Alimentar, permitindo integrar, complementar e desenvolver competências exigíveis, ao nível mais avançado (2º ciclo de Bolonha), tendo em vista o actual mercado de trabalho de todos os técnicos com formação superior na área alimentar.

A estrutura curricular do Curso de Mestrado em Qualidade e Tecnologia Alimentar, cujo plano de estudos foi publicado em Diário da Republica a 13 de Fevereiro de 2009 (2ª Série – nº31), alterado pelo Despacho n.º 10550/2015 – Diário da Républica n.º 185/2015, Série de 2015-09-22, é constituído no primeiro ano por uma componente lectiva composta por várias unidades curriculares pertencentes a várias áreas cientificas, seguindo-se no segundo ano uma componente que corresponderá à elaboração da dissertação.

Atribuição de grau de Mestre

Candidaturas 2021-2022 – BREVEMENTE

Objetivos e competências

  • São objectivos gerais deste curso de Mestrado em Qualidade e Tecnologia Alimentar, a aquisição e aprofundamento do conhecimento técnico e científico na área da Qualidade e Tecnologia Alimentar.
  • São objectivos específicos do ciclo de estudos conducentes ao grau de Mestre em Qualidade e Tecnologia Alimentar:
    • Aprofundamento dos conhecimentos das operações e dos processos na indústria alimentar, de forma a controlar as reacções nos alimentos durante a transformação e o armazenamento dos mesmos;
    • Compreender e ter a capacidade de executar e implementar as modernas técnicas analíticas associadas aos alimentos, assim como demonstrar perícia na aplicação das modernas técnicas laboratoriais de análise;
    • Capacidade para seleccionar a técnica analítica apropriada a um problema especifico associado à área da Engenharia e Qualidade Alimentar e da concepção de novos alimentos e processos;
    • Descrever as propriedades físicas dos alimentos e determinar experimentalmente os seus valores utilizando vários métodos instrumentais, assim como recorrendo à análise sensorial, com vista à optimização e formulação de produtos alimentares;
    • Compreender o papel dos microrganismos e das enzimas, na elaboração, aproveitamento e transformação dos produtos alimentares numa visão inovadora;
    • Compreender os princípios associados à concepção, planeamento e gestão dos processos alimentares recorrendo a novas soluções;
    • Descrever os factores químicos, bioquímicos, físicos e enzimáticos, subjacentes à síntese e metabolismo das matérias de origem alimentar;
    • Compreender a fonte e a variabilidade das matérias-primas, assim como das novas formas de obtenção das mesmas, ao nível da sua utilização na elaboração dos alimentos e ainda compreender o seu impacto nas operações de processamento/concepção dos alimentos;
    • Desenvolver a capacidade de estabelecer e compreender os processos de transporte e das operações unitárias no processamento de alimentos quer conceptualmente quer experimentalmente;
    • Compreender os princípios e práticas correntes de técnicas de processamento e os efeitos dos parâmetros de processamento na qualidade dos produtos alimentares e ainda relacioná-los com o desenvolvimento e a inovação na indústria alimentar;
    • Desenhar, aplicar e interpretar estatisticamente, métodos de análise sensorial para avaliar a qualidade ou preferência dos alimentos com vista à satisfação dos consumidores assim como na criação de novos produtos alimentares;
    • Compreender os aspectos éticos associados à utilização de novas matérias-primas e novos processos envolvidos na produção e comercialização de novos alimentos;
    • Contribuir para programas de certificação de qualidade e de segurança alimentar.

Plano de formação

 

1º ano

Unidade curricular

Periodicidade

Horas de contacto

ECTS

Alimentação e Nutrição Humana Semestral 50 5,5
Gestão Industrial e Concepção Tecnológica Semestral 35 5
Higiene e Segurança na Indústria Alimentar  Semestral  44 5
Biotecnologia Alimentar Semestral 32 3
Análise Instrumental e Sensorial Semestral 55 6
Instrumentação e Controlo de Processos Semestral 32 3
Engenharia de Dados Experimentais Semestral 45 5,5
Gestão da Qualidade Alimentar  Semestral  46 5
Tecnologias Alimentares Aplicadas Semestral 55 6
Bioquímica dos Processos Tecnológicos Semestral 38 4
Tratamento de Efluentes e Qualidade Ambiental  Semestral  32 3
Biotoxicologia Semestral 32 3
Dietética e Alimentação Saudável  Semestral  32 3
Empreendedorismo Semestral 32 3

 

 

2º ano

Unidade curricular

Periodicidade

Horas de contacto

ECTS

Dissertação ou Projeto Anual 40 60

ECTS – European Credit Transfer and Accumulation System.

Corpo docente

Prof. Doutor António Manuel Santos Tomás Jordão (ESAV / IPV)

Prof. Doutora Dulcineia Maria de Sousa Ferreira Wessel (ESAV / IPV)

Prof. Doutora Edite Maria Relvas Neves Teixeira Lemos (ESAV / IPV)

Prof. Doutor Fernando Jorge Andrade Gonçalves (ESAV / IPV)

Prof. Doutora Maria João Cunha Silva Reis Lima (ESAV / IPV)

Prof. Doutora Paula Maria dos Reis Correia (ESAV / IPV) 

Prof. Doutora Raquel de Pinho Ferreira Guiné (ESAV / IPV)

Pin It on Pinterest